Palestra ABA APEX

Palestra desmistifica o tema Liderança para alunos de Administração e Ciências Contábeis

Publicado em .

Ser um grande líder exige muitas habilidades e desenvolvimento de competências que vão muito além dos livros. Pensando nisso, com o objetivo de alinhar os estudos de sala de aula com a realidade prática do líder e a experiência no mercado, a Multivix Vitória oportunizou aos seus alunos a palestra com o tema “Primeira Gestão: uma transição de impacto” juntamente com a equipe da ABA – Apex Business Academy, em parceria com a Fundação Estudar.

Tema: Primeira Gestão: uma transição de impacto

Palestrantes: Equipe ABA – Apex Business Academy, em parceria com a Fundação Estudar

Público: Alunos do curso de Administração e calouros de Ciências Contábeis.

Realizado no dia 22/03/2017, no auditório da Multivix/Vitória.

Escola de inglês oferece bolsas de estudo de até 100% na Irlanda

Publicado em .

A escola de inglês Seda College, sediada em Dublin, capital da Irlanda, abriu inscrições para seu programa que oferece bolsas de estudo de até 100%. Podem se candidatar pessoas de no mínimo 18 anos nascidas ou naturalizadas em países das Américas do Sul, Central e do Norte. Outra exigência é que o interessado não tenha estudado no exterior em nenhuma outra instituição de ensino.

Os candidatos devem realizar pré-inscrição no site do programa da escola de inglês. Além de dados básicos, os interessados devem informar quando planejam ir a Dublin, quanto tempo gostariam de estudar (um, três ou seis meses) e se querer concorrer a bolsa integral ou parcial.

A inscrição pela internet deve ser finalizada entre os dias 27 e 29 de março, com o envio do currículo em PDF e uma carta motivacional de até 100 linhas ou vídeo de até dois minutos em que o interessado explica por que deve ser escolhido para estudar em Dublin.

Dublin

Cosmopolitana e multicultural, Dublin é um dos destinos mais acolhedores para brasileiros na Europa

Após a conclusão da inscrição, o candidato receberá um teste de nivelamento online em até dois dias. Depois desse processo, a Seda College enviará em um prazo de 15 dias o resultado da primeira etapa. Caso seja selecionado para a próxima fase, o candidato receberá informações para uma entrevista online, via Skype. Por fim, saberá a resposta final sobre o processo seletivo.

A escola de inglês informa que o processo para obtenção das bolsas se encerra às 23h59 do dia 29 e recomenda que os candidatos façam a pré-inscrição o quanto antes, já que as vagas são limitadas a 200 participantes.

A Seda College oferece cursos de inglês na Irlanda desde 2009 e atualmente ocupa uma área de 14 mil m² na região central de Dublin. A escola tem mais de 600 alunos de diversos países da América Latina, da Europa e da Ásia.

Fonte: Istoé

Professora Debora Marchini

Professora da Multivix tem artigo publicado em congresso internacional sobre arquitetura sustentável

Publicado em .

Com o título ‘OCUPAÇÃO URBANA EM ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE: O CASO DO MANGUEZAL DA CIDADE DE VITÓRIA-ES’, o artigo da Professora de Arquitetura e Urbanismo Débora Marchini foi aceito para publicação o Euroelecs, um encontro anual internacional, que neste ano acontecerá em maio no Rio Grande do Sul.

Trata-se (o artigo) de um desdobramento de sua dissertação de mestrado. O objeto do estudo foi todo o manguezal contido na parte continental de Vitória, inclusive a Estação Ecológica Municipal Ilha do Lameirão que vai desde a UFES (canal) até a divisão com o município da Serra.

No artigo especificamente Débora faz um estudo histórico da ocupação urbana na parte continental de Vitória e analisa como esta ocupação degradou o manguezal ao longo dos anos. Com isto é feito um estudo de como este processo prejudicou o manguezal e de quais são as pressões que o remanescente de manguezal sofre atualmente com o crescimento urbano. Além disto é destacada a importância deste ecossistema (manguezal) para a qualidade ambiental urbana.

Área afetada: visão aérea

Área afetada: visão aérea

O interesse de Débora pelo manguezal começou por perceber que Vitória tem uma grande área com este ecossistema. “Esta importância se amplia por ser de lá onde muitas famílias retiram o seu sustento. E além disto pode-se considerar um patrimônio pelo viés cultural. Mas na verdade ele não é valorizado, e por muitas vezes as pessoas acharem que é um ambiente ‘sujo’ (por seu solo lodoso), tentam acabar com ele, sem conhecer a sua importância ambiental” – destaca a Professora.

Interessou-se pelo tema? Confira um resumo do trabalho:

“As Áreas de Preservação Permanente Intra-Urbanas têm importância inestimável para a melhoria da qualidade de vida da população, por isso, devem ser preservadas e não ocupadas. Muitas cidades brasileiras apresentam um cenário de ocupações urbanas em áreas que deveriam ser protegidas, gerando incontáveis prejuízos à população e ao meio ambiente. O ecossistema manguezal é considerado uma Área de Preservação Permanente pelas legislações federais, devendo assim ser isento de ocupações. Este artigo visa apresentar um estudo histórico, desde 1970 até os dias atuais, da ocupação urbana em manguezais em uma poligonal demarcada na porção continental do município de Vitória-ES. Justifica-se a abordagem aqui desenvolvida pela gradual degradação desses manguezais, cuja importância para a paisagem, o meio ambiente e a economia local é indiscutível. A metodologia utilizada consiste em: levantamento e análise de dados bibliográficos e revisão literária crítica sobre os temas abordados; estudos de iconografia anos de 1970, 1978, 1993, 1998, 2005 e 2016; e visitas ao local de estudo. Como resultado notou-se que o manguezal do município de Vitória-ES sofreu sucessivos processos de aterros, invasões e ocupações urbanas irregulares, seguidos de regularização fundiária e, hoje, continua sofrendo pressões do crescimento urbano e, principalmente, de ocupações por atividades industriais e comerciais.”

Professora Debora Marchini

A professora Débora leciona no curso de Arquitetura e Urbanismo da Multivix Vitória