Professora Debora Marchini

Professora da Multivix tem artigo publicado em congresso internacional sobre arquitetura sustentável

Publicado em .

Com o título ‘OCUPAÇÃO URBANA EM ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE: O CASO DO MANGUEZAL DA CIDADE DE VITÓRIA-ES’, o artigo da Professora de Arquitetura e Urbanismo Débora Marchini foi aceito para publicação o Euroelecs, um encontro anual internacional, que neste ano acontecerá em maio no Rio Grande do Sul.

Trata-se (o artigo) de um desdobramento de sua dissertação de mestrado. O objeto do estudo foi todo o manguezal contido na parte continental de Vitória, inclusive a Estação Ecológica Municipal Ilha do Lameirão que vai desde a UFES (canal) até a divisão com o município da Serra.

No artigo especificamente Débora faz um estudo histórico da ocupação urbana na parte continental de Vitória e analisa como esta ocupação degradou o manguezal ao longo dos anos. Com isto é feito um estudo de como este processo prejudicou o manguezal e de quais são as pressões que o remanescente de manguezal sofre atualmente com o crescimento urbano. Além disto é destacada a importância deste ecossistema (manguezal) para a qualidade ambiental urbana.

Área afetada: visão aérea

Área afetada: visão aérea

O interesse de Débora pelo manguezal começou por perceber que Vitória tem uma grande área com este ecossistema. “Esta importância se amplia por ser de lá onde muitas famílias retiram o seu sustento. E além disto pode-se considerar um patrimônio pelo viés cultural. Mas na verdade ele não é valorizado, e por muitas vezes as pessoas acharem que é um ambiente ‘sujo’ (por seu solo lodoso), tentam acabar com ele, sem conhecer a sua importância ambiental” – destaca a Professora.

Interessou-se pelo tema? Confira um resumo do trabalho:

“As Áreas de Preservação Permanente Intra-Urbanas têm importância inestimável para a melhoria da qualidade de vida da população, por isso, devem ser preservadas e não ocupadas. Muitas cidades brasileiras apresentam um cenário de ocupações urbanas em áreas que deveriam ser protegidas, gerando incontáveis prejuízos à população e ao meio ambiente. O ecossistema manguezal é considerado uma Área de Preservação Permanente pelas legislações federais, devendo assim ser isento de ocupações. Este artigo visa apresentar um estudo histórico, desde 1970 até os dias atuais, da ocupação urbana em manguezais em uma poligonal demarcada na porção continental do município de Vitória-ES. Justifica-se a abordagem aqui desenvolvida pela gradual degradação desses manguezais, cuja importância para a paisagem, o meio ambiente e a economia local é indiscutível. A metodologia utilizada consiste em: levantamento e análise de dados bibliográficos e revisão literária crítica sobre os temas abordados; estudos de iconografia anos de 1970, 1978, 1993, 1998, 2005 e 2016; e visitas ao local de estudo. Como resultado notou-se que o manguezal do município de Vitória-ES sofreu sucessivos processos de aterros, invasões e ocupações urbanas irregulares, seguidos de regularização fundiária e, hoje, continua sofrendo pressões do crescimento urbano e, principalmente, de ocupações por atividades industriais e comerciais.”

Professora Debora Marchini

A professora Débora leciona no curso de Arquitetura e Urbanismo da Multivix Vitória

Tudo pronto para o Baile de Máscaras Kello para alunos Multivix

Publicado em .

Vem aí o Baile de Máscaras, que será realizado dia 31/03 pela Kello, para alunos das unidades Multivix-Vitória, Serra, Cariacica e Vila Velha. Será uma noite inesquecível no Cerimonial Porto Bello (R. Nelci Lopes Vieira, 140 – Jardim Limoeiro, Serra – ES, 29164-018) às 23h.

Atrações do evento

Atrações do evento

Atrações:
Dj Cássio; Escola de Samba “Império de Fátima”; Banda Som e Cia

Serviços:
Open bar; open food; ilha gastronômica; make Hair; decoração temática; mesa de doces finos e Iluminação cênica.
Público convidado:
Comissões de formatura e calouros das unidades Multivix-Vitória, Serra, Cariacica e Vila Velha.

Atente-se para algumas informações importantes:

Traje: esporte fino com máscara!

A festa começará pontualmente às 23h, então não se atrase.

Haverá estacionamento limitado e gratuito no local.

A entrada somente é permitida para maiores de 18 anos sendo obrigatória a apresentação do convite pessoal e documento oficial com foto. E não é permitida a venda de convites. Os convites são limitados para os convidados, na portaria do cerimonial mediante controle na lista de presença.

Realização: Kello
Apoio: Faculdade Multivix e Cerimonial Porto Bello
Maiores informações: rodriga@kello.com.br

Imagem Promocional do evento

Feira de Emprego e Estágio da Multivix-Vitória

Publicado em .

No próximo dia 23 de março, será realizada a segunda edição da Feira de Emprego e Estágio da Multivix, organizada pelo setor “Mais Oportunidades” da Faculdade.

O evento é gratuito e acontecerá na área de convivência da Multivix-Vitória, das 09:00 às 11:30 e 17:00 às 21:00, com o objetivo de promover um espaço de interação para múltiplas questões voltadas à empregabilidade e ao mercado de trabalho, aproximando alunos a grandes empresas.

A Feira de Estágio e Emprego vem se consolidando cada vez mais como um celeiro de oportunidades.

Na ocasião, alunos dos cursos de graduação poderão realizar inscrição para processos de seleção e recrutamento de emprego e estágio, nos estandes das empresas participantes.

Se o momento é de crise econômica, quanto mais oportunidades, maiores serão as suas chances de sucesso no mercado de trabalho.

Participe da Feira de Estágio e Emprego!

Data: 23 de março (quinta-feira)

Horário: 09:00 às 11:30 / 17:00 às 21:00

Local: Multivix-Vitória

Febre Amarela: alunos de Enfermagem participam ativamente de campanhas na Grande Vitória

Publicado em .

Quando o que se quer é uma aproximação bem-sucedida entre a academia (instituição de ensino superior) e a comunidade não há muito segredo: basta colocar para dialogar potencial e necessidades. E depois, agir coordenadamente! Foi o que ocorreu no dia 11 de março, sábado, com alunos do curso de Enfermagem, que estiveram na Arena Vitória – Clube Alvares Cabral; Na Unidade Regional de Saúde de Serra Dourada e na Unidade Regional de Saúde de Nova Almeida para uma ação conjunta com a Prefeitura de Vitoria e de Serra, dentro das campanhas de imunização contra a Febre Amarela, por meio da realização de mutirões para vacinação da População Capixaba.


“Este tipo de iniciativa proporciona grande aprendizado, uma vez que aproxima os alunos a realidade do Sistema Único de Saúde, juntamente com a realidade da comunidade capixaba” – ressalta o Coordenador do Curso de Enfermagem, Professor Maycon Carvalho.

Por parte da Faculdade, a ação se deu sob orientação dos Professores Juliana Tovas, Maycon Carvalho, Vinicius Mengal e Sanny.

Novas ações estão previstas para o próximo sábado, em Cariacica